Páginas

29 junho 2016

Atentado terrorista com bombas mata 41 e fere 239 no aeroporto de Istambul

Políticos, autoridades e famosos repercutiram o atentado no aeroporto internacional de Istambul na tarde desta terça-feira (28). Ao menos 41 pessoas morreram após duas explosões e cerca de 239 ficaram feridas (10 mortos são estrangeiros e 3 têm dupla nacionalidade). 

Os termos "#Istanbul" e "Estambul" entraram nos tópicos mais comentados do Twitter por volta das 17h15. O ministro da Justiça turco Bekir Bozdağ disse ainda que os responsáveis pelo ataque ao aeroporto Ataturk abriram fogo usando rifles Kalashnikov.

Ataque
À agência Reuters, um oficial turco não identificado diz que dois homens-bomba causaram as explosões. Eles teriam detonado os explosivos antes de passar pelo raio-X do controle de segurança do aeroporto. Ainda segundo a agência, policiais também atiraram para tentar neutralizar suspeitos. 


O aeroporto foi fechado e a entrada e saída de pessoas foi interrompida. Alguns voos que deveriam pousar no local foram desviados.

Veja repercurssão:
Aeroporto de Bruxelas, no Twitter:

"Nossos pensamentos estão com as vítimas do ataque no aeroporto de Istambul. Nós desejamos força e coragem a eles, a seus parentes e a todos os trabalhadores do aeroporto."
Ban Ki-moon, secretário-geral da ONU
:O secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon, condenou o ataque e pediu uma maior cooperação internacional para combater atentados do tipo. Em um comunicado, ele expressou “sua profunda simpatia e condolências” às famílias das vítimas e ao governo turno. Ele disse esperar que “os autores deste crime sejam identificados e levados à Justiça”.
Casa Branca, em comunicado:
O governo dos EUA disse condenar fortemente o ataque no aeroporto de Istambul, e disse permanecer firme em apoio à Turquia em face da ameaça terrorista.
Charles Michel, primeiro-ministro da Bélgica, no Twitter:
"Nossos pensamentos estão com as vítimas dos ataques ao aeroporto de Istambul. Condenamos esses atos atrozes de violência".
Cher, atriz e cantora, no Twitter:
"Todos nós rezamos para as pessoas inocentes no aeroporto turco"
Dalia Grybauskaité, presidente da Lituânia:
Segundo a agência Associated Press, a líder afirmou que "nossos pensamentos estão com as vítimas dos ataques no aeroporto de Istambul. Nós condenamos ataques de violência atozes". Ela também escreveu no Twitter: "ataque terrorista desprezível no aeroporto de Istambul. Estamos juntos com o povo da Turquia".

Ditmir Bushati, ministro das Relações Exteriores da Albânia, no Twitter:
"Condeno fortemente o ataque terrorista no Aeroporto de Istanbul. Nossos pensamentos estão com as vítimas e suas famílias"
Donald Trump, candidato à presidência dos EUA:
"De novo outro ataque terrorista, desta vez na Turquia. Será que o mundo vai perceber o que está acontecendo? Tão triste", disse no Twitter. Em um comunicado, ele também afirmou que “nossos inimigos são brutais e farão qualquer coisa para matar aqueles que não se curvam aos seus desejos. Devemos tomar providências para proteger a América dos terroristas, e fazer tudo em nosso poder para melhorar nossa segurança e deixar a América segura”, disse o provável candidato republicano à presidência dos EUA, Donald Trump.
François Hollande, presidente da França, em entrevista em Bruxelas:
"Quero condenar duramente esse ataque. Esses atos terroristas que acontecem depois de outros têm como consequência deixar a situação ainda mais difícil na Turquia". "Temos de agir - é o que fazemos também pela Europa e pela França -, coordenar ainda mais nossos serviços e realizar, tanto quanto possível, as ações necessárias contra o terrorismo e os tráficos ilícitos", convocou.
Hillary Clinton, provável candidata democrata à presidência dos EUA:
A provável candidata democrata à presidência dos EUA, Hillaty Clinton, disse que o ataque em Istambul “nos lembra que os EUA não podem recuar” em face das ameaças. Hillary também afirmou que os EUA devem aprofundar a cooperação com seus aliados e parceiros no Oriente Médio e na Europa.
Loretta Lynch, secretária de Justiça dos EUA:
A secretária de Justiça dos EUA, Loretta Lynch, diz que aguarda mais detalhes sobre o ataque, mas afirmou que os Estados Unidos estão prontos a ajudar a Turquia no que for necessário. "Estou esperando mais detalhes do ataque. Certamente nós estaremos observando", afirmou.
Mariano Rajoy, presidente da Espanha, no Twitter:
"Minha repulsa e condenação ao terrível atentado no aeroporto de Istambul. A barbarie não vai se impor enquanto estivermos unidos"
Ministério das Relações Exteriores:
O Ministério das Relações Exteriores informou nesta terça-feira (28) que, até o horário de publicação desta reportagem, não havia registro de brasileiros entre as vítimas de duas explosões ocorridas à tarde no terminal internacional do aeroporto de Istambul, o maior da Turquia.
Rainha Rania da Jordânia, no Twitter:
"Mais vidas inocentes perdidas, mais famílias despedaçadas. Nossas preces para todos."
Richard Moore, embaixador do Reino Unido na Turquia:
Autoridade disse que embaixada está atenta aos atentado e em "contato estreito" com as autoridades turcas.
Recep Tayyip Erdogan, presidente da Turquia
“Está claro que este ataque não tem como alvo nenhum resultado, mas apenas criar material de propaganda contra nosso país usando o sangue e a dor de pessoas inocentes”, disse o presidente turco.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...