Páginas

14 março 2017

Fátima: “É questão de justiça reconhecer papel fundamental do PT na transposição do rio São Francisco”

A senadora Fátima Bezerra criticou, nesta segunda-feira (13), a mesquinhez do governo federal de querer apagar o papel histórico do Partido dos Trabalhadores na execução das obras da Transposição do rio São Francisco. Na última sexta-feira, durante a inauguração do Eixo Leste das obras, o presidente Michel Temer – em pronunciamento- tentou apagar a imagem do partido nas obras do Velho Chico.

“Não vamos agir com mesquinhez. Vamos agir com respeito, dando a César exatamente o que é de César, fazendo justiça a quem merece justiça. É preciso deixar muito claro que se não fosse a ousadia e a determinação dos governos do PT, por meio do presidente Lula e da presidenta Dilma, esse sonho, até hoje, estaria adormecido. Esse projeto até hoje estaria perdido nas gavetas da burocracia e da insensibilidade da maioria dos políticos, inclusive daqueles que governaram este País por séculos”, enfatizou.

Fátima lembrou que o projeto da transposição do “Velho Chico” iniciou se em 1847, quando uma forte estiagem atingiu a região nordestina. “É verdade que isso vem sendo planejado desde a época do Império. Mas é verdade também que quem teve ousadia, quem teve determinação para iniciar a obra e quem teve sensibilidade, responsabilidade e compromisso para deixá-la praticamente concluída foram Luiz Inácio Lula da Silva e Dilma Rousseff”, lembrou.

A parlamentar lembrou que o projeto da transposição do rio São Francisco contribuirá para a elevação do nível de segurança hídrica do semiárido. “A integração de bacias do São Francisco é uma obra muito arrojada, com poucos paralelos no mundo. A obra pronta tem condições plenas de oferecer um volume de água de muitíssima importância para a região semiárida do Nordeste. E água é sinônimo de alegria e de vida para o nosso povo nordestino”, concluiu. 

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...