Páginas

25 março 2017

Por uma Umarizal livre do retrocesso ora instalado aqui, tende piedade de nós, Senhor!

Custa-me a crer que nossa Umarizal e o nosso povo estejam vivendo dentro do maior caos de toda nossa história politica, seria formidável que somente aqueles que votaram na prefeita pedagoga, estivessem sofrendo as consequências de suas escolhas, que mesmo sem se pronunciarem, sabem que 'está tudo errado', e mais, fingem-se de 'doidos', como se fosse possível nos enganar, quando já não conseguem nem mesmo enganarem a si próprias...

Mudança?! Que mudança foi essa que 'chegou para ficar', vereador?! Deus nos defenda, e nos livre o mais rápido possível das 'garras' administrativas dessa mulher de Pilões, que reside em Mossoró, e fez uma campanha de falsas promessas, e por essa razão foi eleita com 4.089 votos, mas acredito que hoje ela não teria nem a metade, tanto que avisamos, contudo, 'pagaram' para ver, e estão vendo, e de certa forma o que está acontecendo é ótimo, ela precisava governar para mostrar quem realmente é!

A prefeita do DEM de Umarizal não têm poupado ninguém dos seus atos abusivos, além de perseguidora, é rancorosa. Não perdoa aqueles que não votaram nela, especialmente quem manifestou o seu voto. O servidor público municipal têm sido o seu alvo predileto de ataques, uma verdadeira falta de respeito com a classe...

Ela, a prefeita pedagoga que nunca pegou num giz, é a única no país que não paga o piso salarial do professor, transfere sem dó para sítios vizinhos servidores municipais, e mais, passa por cima das conquistas da classe de forma cruel, causando muita indignação em toda Umarizal, restando apenas 'engolir' o quem vem sendo apresentado, e mais, em silêncio...

Por enquanto ninguém pode fazer nada, somente daqui a 3 anos e alguns meses, quando através do voto livre e democrático, todos poderão votar para prefeito (a) outra vez, e certamente, farão a escolha certa, votando em alguém da terra, e muito mais do que isso, em alguém que realmente se importe em administrar com responsabilidade e compromisso, que não trate 'a coisa pública' como um bem individual.

Um gestor (a) de qualidade precisa abdicar da politica de 'voz única', e isso é o que está acontecendo em nossa cidade, quando, infelizmente estamos sendo obrigados à aceitar o autoritarismo do executivo, que atua expressivamente em meio a forte hierarquia, nos remetendo ao tempo do 'chicote' ou 'corra para não apanhar'.

Por uma Umarizal livre do retrocesso ora instalado aqui, tende piedade de nós, Senhor! 


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...