Páginas

16 novembro 2016

Orçamento do RN em 2017 prevê mais de R$ 1 bilhão para Segurança Pública

Novo Jornal - Os investimentos em segurança vão crescer em 2017 a depender do que foi orçado na LOA. A Secretaria de Segurança Pública (Sesed) poderá gastar até R$ 345,8 milhões, contra os R$ 299,7 milhões deste ano. O crescimento fica na casa dos 15%. Esses valores não levam em conta os gastos da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros, que crescerão 6,4% e 6,8%, respectivamente. O orçamento dos militares, inclusive, é mais que o dobro da Secretaria: a Polícia Militar terá R$ 684,7 milhões e o Corpo de Bombeiros, R$ 60,5 milhões. Juntos, os investimentos chegarão a 1,09 bilhão.

Para conseguir aumentar os custos em alguns lugares, entretanto, a matemática e a crise econômica exigem tirar de outros.  Além da Saúde e Educação, que foram citadas no início da reportagem, o governo diminuirá os orçamentos da Vice-governadora (-30,6%); da Secretaria de Agricultura, Pecuária e Pesca (-11,67); da Fundação José Augusto – Cultura (-15,4%); Universidade Estadual do Rio Grande do Norte – UERN (-3,6%); do Instituto de Pesos e Medidas – Ipem (33,2%); Secretaria de Tributação (-11%); da Agência Reguladora de Serviços Públicos – Arsep (-5,5%); do Instituto de Gestão das Águas – Igarn (-9,5%); Instituto de Desenvolvimento Sustentável e Meio Ambiente - Idema (-35%); Secretaria de Turismo (-48%), Empresa Potiguar de Promoção Turística – Emprotur (-6,1%) e a Secretaria de Esporte e Lazer (-7%). 

Folha
O gasto do governo do Rio Grande do Norte com a folha de pessoal e encargos sociais, que só havia crescido 0,49% entre 2015 e 2016, terá um aumento de 20,7% no próximo ano. O valor de R$ 6,6 bilhões consumidos em 2015 saltará em 2017 para R$ 8,08 bilhões. Conforme dados da Searh, a folha do Estado abrange 104.451 servidores, dos quais 56.913 ativos.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...