Páginas

23 fevereiro 2013

Governo Rosalba Ciarlini arrecadou R$ 28,2 milhões por dia em janeiro


O Governo do Estado começou o ano vetando todas as emendas coletivas da Assembleia Legislativa ao Orçamento-Geral do Estado (OGE 2013) afirmando que precisava economizar e que elas poderiam prejudicar as contas públicas. Contudo, ao analisar as finanças do Estado disponíveis no Portal da Transparência, é possível ver que a situação governamental está ainda melhor que em 2012, quando a arrecadação bateu o recorde de R$ 8,3 bilhões. Em janeiro deste ano, o Governo do Estado já arrecadou R$ 876,8 milhões, o que representa R$ 28,2 milhões por dia.

Para se ter ideia, esse valor representa um aumento, diário, na arrecadação estadual de R$ 5,5 milhões em comparação aos R$ 22,7 milhões médios que o Governo conseguia em 2012. Ou seja: R$ 170 milhões a mais ao final do mês. A arrecadação estadual só de janeiro representou 7,97% do total previsto para este ano, que é de R$ 10,998 bilhões. Nesta semana, inclusive, segundo o Portal da Transparência, a arrecadação estadual já estava R$ 200 milhões mais alta, superando a marca do primeiro bilhão de reais em pouco mais de um mês e meio. Com esse valor, seria possível o Governo construir duas Arenas das Dunas (avaliada em R$ 400 milhões cada) e mais uma Ponte Newton Navarro (que custou R$ 196 milhões), considerada a principal obra da gestão anterior, de Wilma de Faria.

Porém, essa não é a única comparação que pode ser feita com os valores arrecadados. Alias, para atualizar mais esse tipo de análise, pode-se fazer a comparação com o valor de investimento do Governo do Estado na compra de 450 toneladas de sementes de milho, feijão e sorgo, que serão distribuídas para 42 mil produtores rurais e atenderá todas as regiões do Rio Grande do Norte.

O valor do investimento foi de R$ 3,8 milhões, mas se o Governo do Estado usasse só o “a mais” que ele arrecadou por dia em janeiro (os R$ 5,5 milhões), poderiam ser compradas quase 20 mil toneladas dessas sementes. Ainda em relação ao homem do campo, mas dizendo respeito também à situação de seca, nesta semana, o Governo do Estado anunciou a aprovação do novo plano de trabalho para a instalação de mais 270 poços em 49 municípios do Rio Grande do Norte.

Nesse projeto, o investimento foi na ordem, segundo o próprio Governo, de R$ 5 milhões, valor oriundo da Defesa Civil Nacional. Ou seja: se investisse o que arrecadou em um só dia neste ano (os R$ 28,2 milhões) a gestão Rosalba Ciarlini poderia construir quase 12 mil poços tubulares, mais de 85 em cada um dos 139 municípios em situação de calamidade devido à estiagem.

Fonte: Portal JH
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...